segunda-feira, 4 de abril de 2011

REFORMA DO HOSPITAL

O município de Alto Parnaíba, no extremo sul do Maranhão, foi contemplado, em 1975, com um hospital regional do então Inamps, por iniciativa do ex-deputado federal José Machado, atendendo pedidos do ex-prefeito Corintho de Araújo Rocha. O hospital, que recebeu inicialmente o nome do ex-prefeito Lourival Lopes, foi inaugurado ainda na gestão de Corintho Rocha e somente reaberto em fevereiro de 1983, quando meu pai, Antonio Rocha Filho, o Rochinha, voltou à chefia do município, permanecendo funcionando em sua plenitude, inclusive com sala cirúrgica, internação, consultório odontólogico, laboratório de analises clínicas, exames de R-X, equipe com seis médicos e uma enfermeira formada, até o final de seu governo, em 31 de dezembro de 1988, já que, no dia seguinte, o novo prefeito lacrou as portas da casa de saúde pública. Posteriormente, na administração da ex-prefeita Raimunda de Barros Costa, que também é médica, o hospital voltou a funcionar na parte ambulatorial, ou seja, parcialmente, e após o término de sua gestão, voltou a ser fechado. Agora, leio no Diário Oficial do Estado do Maranhão, edição de 10 de março último, aviso da Prefeitura de Alto Parnaíba anunciando a tomada de preços - nº 002/2011 -, e a abertura dos envelopes para 25 daquele mês, objetivando a reforma e melhorias no hospital público, com o atual nome de Zuza Soares, que foi prefeito três vezes de nosso município e é avô do atual prefeito, Ernani do Amaral Soares. Faço questão de registrar a notícia, pois estou contente com a decisão do prefeito, pois é inadmíssivel que uma obra de tamanha importância em um município com vasta extensão territorial e apenas com uma clínica e um hospital particulares, e um velho posto de saúde com condições mínimas de funcionamento, longe dos demais centros urbanos, que precisa urgentemente organizar a saúde pública, por essas e outras peculiaridades. Espero que o prefeito Ernani Soares, que é da área médica e há anos milita em nosso sistema de saúde, realmente implante as reformas e melhorias estruturais no hospital e o faça funcionar plenamente, pois é uma obra verdadeiramente prioritária.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Coloque seu e-mail abaixo para receber um resumo das novas notícias