quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

DESPEDIDA

No último final de semana, o município de Tasso Fragoso, no sul maranhense, quando completava 46 anos de sua emancipação política, se uniu para despedir de um de seus fundadores, Jeconias Barreira de Macêdo, conhecido apenas por Capucho, com mais de nove décadas de vida e uma das figuras mais alegres e fraternas que tive o prazer de conviver.

Antes mesmo que o então distrito de Brejo da Porta, que integrava o território do município de Alto Parnaíba, fosse elevado à condição de município, com o nome dado a um general que apenas nasceu no Maranhão e sem qualquer vínculo com nossa região, Capucho já morava ali, onde constituiu família e desenvolveu várias atividades, destacando-se como tabelião de notas e correto serventuário da Justiça até se aposentar, além de ter sido vice-prefeito na gestão do ex-prefeito José Teixeira Coelho.

Amigo de meu pai e de meus tios, Capucho se destacava pela simpatia e pela cordialidade, narrador primoroso da história e das causos do extremo sul maranhense, participe durante toda a existência de todos os movimentos e decisões políticas e sociais em nossa região. Deixa viúva, dona Altair, filhos e netos. O jovem município de Tasso Fragoso, o que mais cresceu economicamente no Brasil segundo o IBGE, está verdadeiramente de luto e de fato, começa a se emancipar, devendo muito de sua trajetória a Jeconias Barreira de Macêdo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Coloque seu e-mail abaixo para receber um resumo das novas notícias