terça-feira, 29 de março de 2011

UM BOM POLICIAL

Quando o Brasil discute nos últimos dias a conduta de policiais militares em várias unidades da federação, como a prática de tortura e tentativa de assassinato, faço questão de enaltecer um bom policial, falecido no domingo, 27 de março, na cidade de Barra do Corda, região central do Maranhão. Filho de Alto Parnaíba, Arnor Borges de Oliveira ingressou na Polícia Militar maranhense levado por meu pai, Antonio Rocha Filho (Rochinha), nos anos 1960, reformando-se como oficial, após anos dedicado àquela corporação, sempre atuando como pacificador, conciliador, sem, entretanto, perder a fibra e a altivez do policial disciplinado, prudente e determinado. Arnor Borges foi delegado de polícia e comandante do destacamento da PM em Alto Parnaíba na década de 1970 e a história e os fatos dizem de sua honestidade, pois saíu pobre da polícia, e de jamais agir com arbitrariedade, violência, desrespeito. Era um bom policial. Além de policial, Arnor, que foi carpinteiro quando jovem, foi vereador em nosso município, representando a Prata, uma localidade próximo à cidade, e também sua conduta na Câmara foi marcada pela defesa dos interesses de sua comunidade, pela inteligência privilegiada e pela lisura dos atos. Era um bom político. Portanto, o exemplo de um bom policial e de um político correto é gratificante diante de tantos abusos e escândalos.

Um comentário:

  1. Dr Decio,eu mesmo conheci o Arnor quando criança era muito amigo da nossa familia,Filho do senhar Bertoldo,minhas condolencia a familia Borges..
    Obrigado por noticiar todos os acontecimentos de A.Parnaiba,fiquei quase 40 anos em um silencio quase que total,continue prestando esse maguinifico serviço para todos aqueles que como eu vive distante da nossa terra natal.grande abraço.

    ResponderExcluir

Coloque seu e-mail abaixo para receber um resumo das novas notícias