terça-feira, 6 de março de 2012

CÂMARA DE ALTO PARNAÍBA REJEITA CONTAS DE EX-PREFEITO

Em sessão plenária que terminou ainda há pouco e transmitida ao vivo pela Rádio Rio Taquara FM, de Santa Filomena/PI, a Câmara Municipal de Alto Parnaíba, no extremo sul maranhense - foto do plenário -, com apenas um voto contrário, manteve o parecer prévio do Tribunal de Contas do Maranhão e rejeitou as contas de responsabilidade do ex-prefeito Ranieri Avelino Soares (PV) - foto no final -, referentes ao exercício financeiro de 2005.
O parecer prévio do TCE tratou de matérias de cunho técnico, como ausência de licitações, sem enfoque em desvio comprovado de recursos públicos pelo ex-gestor. Em sua defesa escrita, Ranieri Soares argumentou as dificuldades comuns ao primeiro ano de mandato, o saneamento das irregularidades apontadas pelo órgão de contas, a impossibilidade de parar programas sociais indispensáveis à comunidade, como merenda escolar, reforma emergencial da creche, transportes de doentes, limpeza da cidade, razões, que segundo ele, teriam motivado a impossibilidade de licitação nos primeiros meses de seu governo.
Os vereadores que seguem a orientação do atual prefeito Ernani Soares, primo e ex-aliado de Ranieri, ambos netos do ex-todo-poderoso chefe político de Alto Parnaíba, o falecido José Soares, o Zuza, votaram pelo parecer e pela rejeição, atendendo, pelo que consta, orientação do chefe do Executivo, ante o fato da disputa eleitoral de outubro próximo, quando os primos poderiam voltar a se enfrentar. É o sinal público da forte divisão na família Soares.

Os fogos e as manifestações nas galerias da Câmara, mostram o clima político-eleitoral que vive a pequena Alto Parnaíba ainda fora do período legal de campanha. Temendo Ranieri, o atual prefeito, que tentará a reeleição, esqueceu do precedente da decisão da Câmara para suas próprias contas no futuro, tudo por conta das eleições municipais de outubro.
Fotos de Dhiancarlos Teixeira Pacheco - reprodução do blog Cerrados, de José Bonifácio Bezerra, no GP1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Coloque seu e-mail abaixo para receber um resumo das novas notícias