domingo, 27 de janeiro de 2013

PREFEITO E VICE PARTICIPARÃO DE ENCONTRO NACIONAL EM BRASÍLIA


Nos próximos dias 28, 29 e 30 de janeiro, ocorrerá em Brasília mais um encontro nacional dos prefeitos brasileiros, no centro de convenções Ulysses Guimarães, cuja abertura será feita pela presidente Dilma Rousseff e o encerramento pela ministra de Relações Institucionais Ideli Salvati.

O prefeito Itamar Nunes Vieira e o vice-prefeito e secretário municipal de Educação Raimundo Nonato de França Oliveira, representarão o município de Alto Parnaíba, localizado no extremo sul maranhense, e já promoveram o agendado de audiência em alguns ministérios e com parlamentares objetivando demonstrar a situação de emergência que atravessa o município, ante o decreto de estado emergencial formalizado pelo atual prefeito em 14 de janeiro e com vigência por seis meses.

O estado de emergência é fartamente justificado, quer pela situação precária das estradas e consequentemente para o escoamento da grande produção de grãos, quer pela falência do sistema de saúde pública e das próprias finanças municipais com inúmeras e impágaveis dívidas que, apenas com execuções ajuizadas pelo Ministério Público atingem, no momento, mais de dez milhões de reais - sem contarmos com outros débitos e com quase 1 milhão e oitocentos mil reais apenas de cheques devolvidos sem fundos e emitidos pelo governo anterior junto à agência local do Banco da Amazônia -, ou mesmo pelo abandono completo em que a cidade se encontrava até 31 de dezembro passado. 

Também a questão da moradia popular, sem um único conjunto construído na zona urbana, pelo crítico fornecimento de água potável nos bairros e em grande parte do centro urbano, pela inexistência de moradias e saneamento nos povoados, pela paralisação do Programa Luz para Todos, pela ausência de um hospital público municipal e mesmo de uma escola agrotécnica essencial a um município essencialmente agrícola, um dos maiores produtores do país.

Uma outra questão emergencial que Itamar e Raimundo Nonato cuidarão trata-se da construção e pavimentação do trecho da rodovia BR-235, entre Alto Parnaíba e Lizarda-TO, de pouco mais de 120 quilômetros, em estado precaríssimo, com emendas parlamentares aprovadas e com recursos disponíveis, porém não empenhados.

Os problemas são imensos, mas é preciso enfrentá-los, pensando no presente e olhando com visão estratégica para o futuro, ante o potencial natural de Alto Parnaíba.

Foto: Dhiancarlos Pacheco

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Coloque seu e-mail abaixo para receber um resumo das novas notícias