sábado, 5 de junho de 2010

CONCURSO E SEGURANÇA PÚBLICA

Fico feliz quando as notícias melhoram com relação a Alto Parnaíba, a minha cidade natal.

O tão confuso concurso público foi finalmente realizado pela prefeitura, sob a vigilância do Ministério Público maranhense, no último dia 30. O resultado está saindo paulatinamente. O prefeito Ernani Soares cumpriu com o termo de ajustamento de conduta firmado com o MP e aditado posteriormente, e merece o reconhecimento, ao mesmo tempo, que lhe sirva de lição, já que não é difícil ser probo, ser organizado, entender que o Brasil está, queira ou não, mudando para melhor, e a questão é íntima, ou seja, é apenas querer ser correto.

A participação do promotor de Justiça Lindemberg Malagueta, segundo informações que me chegaram e de matéria pubicada na edição de ontem, 04.06, na página eletrônica do Jornal Pequeno, de São Luís, foi atuante, em estrito cumprimento de seus deveres institucionais de fiscalização e de defesa dos interesses coletivos e difusos, sem exageros ou holofotes.

Um outro assunto é a segurança pública, que melhorou significativamente, e o custo da melhora é pequeno. Alto Parnaíba tem um juiz de direito morando e trabalhando na sede da comarca, simples, discreto - ao estilo Cézar Peluso, atual presidente do Supremo Tribunal Federal -, também sem câmeras e holofotes, que exigiu a presença da segurança pública do estado no município, luta esta que já vinha sendo travada pelo vereador Elias Elton Rocha, do PDT, e pela Câmara de Vereadores, que aprovou pedidos de providências encaminhados ao governo estadual, com a participação direta do prefeito.

O resultado prático é excelente, ainda faltando outras ações e medidas. Entretanto, o governo enviou uma viatura equipada para o município, mudou o comando, com o sargento Josecleber e equipe realizando um trabalho permanente na cidade, inclusive de combate ao tráfico e uso indiscriminado de drogas ilegais, com um suspeito preso, que teria denunciado comparsas. O tráfico se beneficia da dimensão do município e das divisas com outros três estados, além do próprio Maranhão, da distância com centros urbanos mais adiantados e do poder político centralizado em São Luis e, principalmente, da falta de segurança pública que era um verdadeiro caos. Há melhoras sensíveis e a população se sente mais segura e aliviada, pois os crimes haviam se tornado rotineiros, ao lado da contravenção e da sensação de impunidade.

Também a pedofilia está sendo combatida fortemente, com a coragem do juiz Franklin Brandão Júnior em encarar essa moléstia criminosa, que aqui também os seus agentes se sentia impunes, acima da lei e do estado.

2 comentários:

  1. Dr. Décio, meus parabéns pelos artigos sempre sensatos à respeito do que acontece em nossa cidade.

    ResponderExcluir
  2. Dr. Decio, neste momento estou em Santos S.P. e é através de seus artigos que tomo conhecimento do que está acontecendo em nossa cidade,. Sobre o concurso não sabia ainda nada, mande mais noticias.Parabéns pela iniciativa.

    ResponderExcluir

Coloque seu e-mail abaixo para receber um resumo das novas notícias