domingo, 15 de julho de 2012

A POMBINHA CONTINUA VOANDO

Estou lendo agora que no show da banda tocantinense Balagandaya, realizado no último 13 de julho na cidade sul maranhense de Alto Parnaíba, uma música tradicional do primeiro município banhado pelas águas do rio Parnaíba no Maranhão foi interpetada pelo vocalista com o acompanhamento em massa da plateia. Trata-se de uma antiga cantiga de roda que animava as festas e rezas de outrora, principalmente no meio rural, com versos simples, que animam e emocionam. É a "Pombinha Avoou", cujo autor é a comunidade que a mantém viva, saindo dos batuques em tambor nas noites claredas pela lamparina aos instrumentos musicais eletrônicos de hoje.

O compositor desconhecido coloca todo o seu amor nos poucos versos - A Pombinha avoou e eu também quero avoar. É a pombinha pelo chão, é a Pombinha pelo ar... -, exalta e clama pela liberdade, eterniza na pomba a alegria, o gosto pela vida. A cantiga louva o Divino Espírito Santo e até o Santo Antonio, rezados e festejados por muitas famílias de Alto Parnaíba no decorrer dos tempos. Nos anos 1980 essa música popular voltou às rodas sociais através de meu primo Ben-Hur Rocha Filho, morto em 2001, um divulgador encantado da cantiga de amor e devoção do sertão. O cantor Didide Moraes e a banda local Canto da Terra, enquanto executam a Pombinha os foliões acompanham com dança e gestos, levando o corpo ao chão e se levantando na mesma agilidade da pomba.

Em um município que deixou perder muitas de suas tradições e costumes, uma cantiga do povo continua a manter viva e em evidência parte de nosso passado. O vocalista Marquinhos (Marcos Vinícius), da festejada banda Balagandaya, é um alto-parnaibano neto de meu tio Carmona Rocha, já falecido, que foi um apaixonado pela arte da música com sua bela e inconfundível voz destilhando os versos e a rima fácil e gostosa da pomba que avooa, vai ao chão e sobe aos céus. O cantor fez uma emocionante homenagem a Luizinha Pereira, a Luizinha Rufo, hoje com 87 anos de idade, uma exímia dançarina ao ritmo da melodia.     

 Foto: Reprodução Blog Folha Mistura Total de Raildson Rocha

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Coloque seu e-mail abaixo para receber um resumo das novas notícias