sexta-feira, 26 de outubro de 2012

SUL DO MARANHÃO PODERÁ SER INCLUÍDO NA ROTA DIÁRIA DE VOOS

Segundo a imprensa maranhense, a região sul do estado poderá ser incluída na rota diária de voos comerciais, face ao turismo crescente no polo Chapada das Mesas, que recebe por ano pelo menos 650 mil pessoas. A informação foi repassada pelo secretário de turismo do Maranhão, Jura Filho, que se reuniu com o presidente da Associação Brasileira de Agências de Viagens (Abav/MA), Guilherme Marques, no último dia 24 de outubro durante a 40ª Feira das Américas no Rio de Janeiro.

O secretário defende voos diários entre São Luís/Carolina/Balsas, o que representa uma retomada da aviação comercial diária ou semanal que existia nas décadas de 1950, 60, 70 e início dos anos 1980 em cidades estratégicas do sul maranhense, incluindo Alto Parnaíba, a 1.080 km da capital maranhense e o mais meridional município do estado.

O aeroporto municipal de Alto Parnaíba se encontra em estado de abandono face a sucessivos governos locais que desprezaram uma obra construída há muitos anos e mantida com sacrifício com recursos públicos do mesmo município. Na época, totalmente isolado do restante do Brasil, do Maranhão e do mundo - apenas a navegação pelo rio Parnaíba era o meio mais ágil de transporte e comunicações -, Alto Parnaíba teve na aviação civil brasileira um instrumento que o tornou passagem quase diária de aeronaves com destino às grandes metrópoles do país.

Mesmo que estejam previstos, no início, apenas voos diários para Balsas e Carolina, já é um sinal positivo para o turismo que precisa e deve ser também prioridade do próximo governo municipal, pois quem tem as nascentes do rio Parnaíba em seu território não precisa de cartão postal mais belo e natural a apresentar ao Brasil e ao mundo, além do agronegócio que transforma o extremo sul maranhense em um dos polos econômicos mais avançados do interior nordestino.

Fonte: O Imparcial, versão eletrônica, de 26/10/2012. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Coloque seu e-mail abaixo para receber um resumo das novas notícias