quarta-feira, 14 de novembro de 2012

SERVIÇOS PÚBLICOS DE PÉSSIMA QUALIDADE


Prestadoras de serviços públicos essenciais a qualquer povo ou comunidade estão dando um passeio completo pelo Código de Defesa do Consumidor, pelos princípios fundamentais assegurados a todos os cidadãos na Constituição da República e até pelo Código Penal. Tudo isso está ocorrendo periodicamente no município sul maranhense de Alto Parnaíba. Em uma semana, apagões elétricos deixaram a cidade e parte da zona rural beneficiada pelo programa Luz Para Todos na mais completa escuridão. Em parte do centro e na maioria dos bairros da cidade, foram três dias sem luz, causando prejuízos imensos de ordem material a quase todos os consumidores, principalmente aos comerciantes e açougueiros. Ao mesmo tempo, a telefonia fixa e móvel também entrou em colapso, igualmente sem a mínima justificativa aos usuários. A internet da mesma forma. Quase toda a zona urbana ficou sem água potável, já que o fornecimento depende da energia elétrica. Aliás, a irresponsabilidade da Caema no abastecimento de água em Alto Parnaíba é gritante e permanente, assim como a Cemar.
























Em nome do Partido Democrático Trabalhista, PDT, comissão provisória municipal de Alto Parnaíba, ingressei, hoje, com pedido de providências junto ao Ministério Público do Maranhão, através do Promotor de Justiça da comarca, para que acione judicialmente as empresas prestadoras de serviços públicos Cemar, Caema, Oi e Telemar Norte Leste. Urge medidas eficazes e enérgicas. A população de Alto Parnaíba merece respeito, paga as contas - por sinal, caríssimas - e sofre esses danos que há anos são impostos impunemente por essas empresas privilegiadas. A situação é intolerável.    

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Coloque seu e-mail abaixo para receber um resumo das novas notícias