segunda-feira, 10 de outubro de 2011

CAMPANHA ELEITORAL ILEGAL

O Ministério Público Federal Eleitoral, em vários estados brasileiros, passou a recomendar aos promotores e procuradores eleitorais sobre a antecipação da campanha de outubro de 2012 em inúmeros municípios do país. Essa campanha é irregular, ilegal e fere de morte princípios constitucionais elementares, como o da isonomia ou igualdade de condições para a disputa do pleito. É simples: quem tem dinheiro, não teme a Justiça e acredita fielmente na impunidade, nem possui programa ou projeto de governo realmente de interesse público, inicia sua campanha bem antes do certame, passando na frente dos concorrentes com poucos recursos financeiros. É a mais cristalina verdade.

Em Alto Parnaíba, município localizado no extremo sul maranhense, essa campanha sem maquiagem já teve início há muito tempo. Três candidatos, Ernani do Amaral Soares, do PSDB, atual prefeito; Ranieri Avelino Soares, do PV, ex-prefeito; e Itamar Nunes Vieira, do PSB, ex-vice-prefeito e ex-presidente da Câmara Municipal, todos carimbados por passagens nos poderes municipais e cujo comportamento político, ético e administrativo continua fresco na memória da população, já se lançaram e se encontram em plena campanha como se estivessemos a dois meses de outubro do próximo ano.

Os comentários públicos dizem que dinheiro estaria sendo distribuido ou prometido, e outros compromissos firmados, principalmente até o último 07 de outubro, prazo limite para quem quisesse ser candidato em 2012 se filiar a algum partido político. Itamar perdeu os dois vereadores de seu PSB, Jocimar Ferreira dos Santos e Valdinar Ramos (Coelho), para Ernani. O atual prefeito perdeu o ex-presidente da Câmara, vereador Marco Antonio Leite Almeida, para seu primo Ranieri, e o vice-prefeito e ex-prefeito por dois mandatos, José de Freitas Neto, o Zé Paraíba, que será candidato à reeleição na chapa de Itamar. Ranieri ficou sem os vereadores Manoel Gomes Alves (Manoel de Helena) e Railon Castro Barros para o atual mandatário do município, além do ex-prefeito Gonzaga Lopes, que criou um partido (não sei o nome) para tentar viabilizar um retorno à Prefeitura após 40 anos . Com a palavra, a caneta e a lei, o Promotor Eleitoral de Alto Parnaíba.

2 comentários:

Coloque seu e-mail abaixo para receber um resumo das novas notícias