terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

UM ABSURDO: A RÁDIO SENADO FORA DO AR

Quem mora nas mais remotas localidades rurais do interior brasileiro, como no sul do Maranhão e Piauí, onde o rádio é quase sempre o único meio de comunicação com o mundo lá fora, a Rádio Senado é a preferida por milhares de pessoas simples do povo, muitas esquecidas nos grotões de um Brasil ainda injusto e desigual. Ela é a preferida exatamente porque leva a informação de forma correta, sem pieguismos ou partidarismo, e é informação de qualidade, orientando as pessoas e famílias naquilo em que o Estado brasileiro - União, Estado-membro e Município - é quase sempre omisso, ineficiente, ausente. A Rádio Senado Ondas Curtas, que ouço quando estou no sertão ou mesmo em minha chácara, tem qualidade e excelente serviços prestados ao público, com uma equipe inteligente e preparada de locutores, apresentadores e demais profissionais do rádio. É uma emissora oficial com a coragem de dizer verdades, de defender o homem e a mulher do campo, de levar ao conhecimento especialmente dos mais humldes o valor de recursos que o prefeito recebeu, direitos que esses cidadãos esquecidos pelos poderes constituídos não sabiam, enfim, apenas faz o bem.

Imagem: reprodução do blog Cerrados, GP1.

Em Alto Parnaíba, a Rádio Senado Ondas Curtas, sob a liderança do apresentador José Carlos Sigmaringa (foto), tem uma audiência impressionate. Hoje, infelizmente, esse veículo de comunicações de massa está fora do ar. O motivo não é a instalação de outra ditadura no Brasil; os efeitos são os mesmos. Segundo o blogueiro José Bonifácio Bezerra (blog Cerrados, GP1), não houve a renovação do contrato de utilização dos equipamentos de transmissão entre a EBC (Empresa Brasileira de Comunicações) e o Senado Federal. É lamentável. Calaram a voz do sertanejo.
Foto: José Bonifácio Bezrra - reprodução do blog Cerrados, GP1.

Fica um apelo às autoridades e políticos de Alto Parnaíba para que pressionem seus representantes no Congresso Nacional, mais precisamente no Senado Federal, para que haja uma solução imediata, ou seja, que a Rádio Senado Ondas Curtas volte a noticiar, a informar, a amenizar a vida de pessoas e famílias da cidade e do interior de nosso município e do país inteiro. De minha parte, agora mesmo estou remetendo mensagem ao Presidente do Senado, José Sarney, amigo pessoal de minha família.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Coloque seu e-mail abaixo para receber um resumo das novas notícias