domingo, 2 de dezembro de 2012

A MORTE DE DONA DEODATA VIEIRA BORGES

Morreu no final da noite de ontem, 01 de dezembro, em sua residência, na Rua Poeta Gonçalves Dias, no centro da cidade sul maranhense de Alto Parnaíba, dona Deodata Vieira Borges, já octogenária, após longo período de enfermidade, porém, lúcida.

Dona Deodata, amiga leal de nossa família e filiada ao nosso partido político, o PDT, foi casada duas vezes e recentemente ficou viúva do segundo esposo, o rurícola Teodoro Borges. Teve filhos nos dois matrimônios, aos quais ensinou, com a sabedoria natural da mãe sertaneja, as melhores práticas de vencer pelo trabalho, de honestidade, de boa conduta em família e em sociedade, deixando inúmeros descendentes entre filhos, netos e bisnetos.

José (Zé Cortezano), dona Marcelina, Filomeno, Izabel, Salomão (Batatinha) e a professora Maria das Vitórias Vieira Castelo Branco eram filhos de dona Deodata. Dentre seus netos, o professor Wianney Vieira Castelo Branco, um dos fundadores do PDT de Alto Parnaíba, e a empresária Eliene Vieira de Carvalho, mulher de meu primo Maurício do Amaral Rocha, venerável da Loja Maçônica Harmonia e Trabalho. A todos os seus familiares o nosso respeito, a nossa solidariedade e o nosso reconhecimento pela vida e pela trajetória simples e honrada de dona Deodata Vieira Borges, uma senhora de nossa sociedade e uma amiga inesquecível de nossa família.   

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Coloque seu e-mail abaixo para receber um resumo das novas notícias