quarta-feira, 13 de julho de 2011

O HOMEM DO TELEFONE

Resgatar a história e seus personagens é um dever de cada de um de nós, principalmente com relação à nossa província.

O telefone chegou a Alto Parnaíba em 1973, trazido por um balsense, Manoel de Araújo Costa, popularmente conhecido apenas como Manoel do Poço. Era um sistema de telefonia local, cuja central ficava em um prédio onde hoje funciona a Maçonaria (loja Harmonia e Trabalho), na principal avenida da cidade sul maranhense.

Eu tinha sete anos de idade e me recordo daquela novidade. Meu pai, Antonio Rocha Filho, o Rochinha, foi o primeiro a adquirir uma linha telefônica, que recebeu o primeiro número, o 101, o 103 era de meus tios Ritinha e Genésio Guimarães. Mesmo em uma pequena cidade, muitas famílias aderiram ao que já era comum no resto do chamado mundo civilizado, e a comunicação entre as pessoas tornou-se mais dinâmica, bem como as notícias tornaram-se mais ágeis em sua divulgação.

Mais tarde, Manoel do Poço expandiu a sua telefonia para Santa Filomena, secular cidade do outro lado do rio Parnaíba, e daí o primeiro interurbano entre as duas cidades co-irmãs.

Inovador para a sua época e conquistador, Manoel casou-se com uma das mais belas alto-parnaibanas da época, Lenice Viana, filha de Vicença e Alfredo Viana, com quem tem quatro filhos, e desde 1993 mora com a família em Brasília.

Visitamdo nossa terra, Manoel continua sendo uma pessoa interessante, com bom gosto, que adora as novidades da tecnologia, como o computador, e não acompanha, na mente, o envelhecimento natural do físico.

Manoel de Araújo Costa é, sem dúvida, um construtor de nossa terra.

2 comentários:

  1. Excelente mensagem. Parabéns!!!

    ResponderExcluir
  2. Parabéns!!! fico muito feliz e orgulhoso em especial por ser sobrinho do Manoel de Araujo Costa, me recordando das historia por ele contadas de como foi a implantação da tefefonia daquela epoca, Drº Décio faz uma justa homenagem ao meu tio, ele relmente foi e ainda é um homem de grande visão.

    Tiplo Abraço Fraternal:.

    Aldeyr do Carmo Cantuares Costa

    ResponderExcluir

Coloque seu e-mail abaixo para receber um resumo das novas notícias