quinta-feira, 20 de setembro de 2012

A VERDADE SOBRE OBRAS EM ALTO PARNAÍBA

Mesmo nos mais distantes rincões do Brasil, as pessoas estão mais bem informadas. Em certas campanhas eleitorais, onde alguns políticos insistem em tripudiar sobre a inteligência do povo e sobre fatos que estão à vista da comunidade, as práticas mais ultrapassadas de se fazer uma defesa de candidaturas e sua pretensa viabilidade demontram que esses políticos em nada evoluíram. Não estamos mais na época do pombo correio, mas da internet.

Mas os fatos precisam ser repostos. Os prédios do fórum da comarca de Alto Parnaíba, que homenageia com seu nome o saudoso juiz e desembargador Aluizio Ribeiro da Silva, assim como o prédio do Ministério Público do Estado do Maranhão, sede de nossa Promotoria de Justiça, são obras construídas com recursos exclusivos do tesouro estadual (TJMA e PGJ-MA), sem a alegada parceria com a Prefeitura de Alto Parnaíba no atual governo. A participação do Município de Alto Parnaíba, por iniciativa da Câmara Municipal que, em sua maioria, aprovou a doação dos dois terrenos ao Tribunal de Justiça - TJMA e à Procuradoria Geral de Justiça - PGJ-MA - se resumiu a isso, que é o  mínimo que poderia ser feito já que as obras ficaram em nossa cidade e servirão ao nosso povo. No caso do fórum, vale registrar o empenho extraordinário do então magistrado titular da mais meridional comarca maranhense, Dr. Franklin Silva Brandão Júnior, para que a obra saísse do papel, e do atual juiz de direito, Dr. José Francisco de Souza Fernandes, para fazer com que o novo prédio do fórum de fato entrasse em funcionamento.   

Outra afirmação estapafúrdia da campanha chapa branca é a de que o programa Luz Para Todos seria mais uma obra da atual administração. É preciso respeito, volto a afirmar, com a inteligência e o conhecimento alheios, e não tentar induzir o povo a erro grosseiro. As pessoas assistem televisão, ouvem rádio e muitos acessam a internet. O programa é exclusivo do Governo Federal, iniciado no governo do ex-Presidente Lula e seguido pela Presidente Dilma Rousseff, sua idealizadora no governo anterior. O que o município poderia ter feito nesses quatro anos era melhorar o acesso do programa a todas as localidades do nosso interior, onde faltam estradas e pontes, o que não fez. Na região do povoado Serra Branca, a agilidade na extensão da luz para todos deve-se a uma mobilização da comunidade local - sob a coordenadação do aposentado rural Arlindo Barroso em texto por mim redigido - diretamente ao ministro de Minas e Energia Edison Lobão. Na mesma região, a comunidade está construindo pontes, às expensas dos próprios moradores, para ter o sagrado direito de sair da era da lamparina.   

Quanto à segurança pública como resultado positivo do atual governo chega a ser hilário. Recentemente um supermercado suspendeu o fornecimento de alimentação para policiais e presos por falta de pagamento pela Prefeitura.   

O que é público e notório independe de provas. As ruas esburacadas e sujas e os carreiros que humilham homens e mulheres na zona rural dizem essa verdade. É fato. É a verdade! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Coloque seu e-mail abaixo para receber um resumo das novas notícias