domingo, 8 de janeiro de 2012

CORRUPTOS E AGIOTAS NA MIRA DA PF

Uma operação da Polícia Federal está sendo deflagrada em todo o Maranhão objetivando identificar, prender e processar deputados, prefeitos e agiotas envolvidos na utilização do dinheiro público para coibir a prática da agiotagem, que não possui respaldo legal.

É público e notório que existe município maranhense onde a maioria dos recursos públicos municipais, a cada decênio, é utilizado para pagar juros exorbitantes a agiotas em face de dinheiro tomado emprestado por prefeito e família. Basta conferir na porta da Prefeitura do lugar nos dias 10, 20 e 30 de cada mês ou na casa do alcaide. É uma afronta sem limites à dignidade de toda uma população, vítima maior desse descalabro imoral e ilegal.

Quando os cheques, emitidos das contas da aludida Prefeitura para pagar a agotagem que varia entre 10 a 30% de juros dependendo do estado de euforia desesperada dos governantes familiares de plantão, não possuem provisão de fundos, os agiotas, sem receio algum, alardeiam, ou seja, mostram esses mesmos cheques para a pobre população do pequeno e abandonado município maranhense. Basta a PF conferir sem qualquer dificuldade, pois essa confusão entre o dinheiro público e a agiotam particular é pública e notória, passando a integrar, ante a impunidade, o próprio anedotário político e popular do massacrado município. Existem agiotas que ficaram ricos em três anos e para comprovar, uma simples fiscalização da Receita Federal.

Que a Polícia Federal não considere as distâncias geográficas e estenda efetivamente essa bendita operação a todo o Maranhão, a começar do sul.

Fontes: blog Cerrados, de José Bonifácio Bezerra, no GP1, e blog do Luís Cardoso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Coloque seu e-mail abaixo para receber um resumo das novas notícias