quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

CRISE NO MATADOURO

Além de todos os problemas já menconados nesta página - falta de veterinário, de higienização mínima, de administração condizente, de funcionamento sanitário adequado, de local propício -, o matadouro público municipal de Alto Parnaíba, no sul do Maranhão, está vivenciando uma nova crise desde ontem, 04.01, a partir de um decreto do prefeito Ernani do Amaral Soares, que, de comum acordo com os açougueiros, regularizou a matança de gado bovino e sua distribuição nos açougues, sob o controle da Prefeitura, apenas no turno vespertino. Por décadas, a carne era repassada à população ainda nas madrugadas.

Pequena parte dos açougueiros voltou atrás no apoio à decisão do prefeito e decidiu abater suas reses fora do matadouro, em local clandestino, com certeza em lugar ainda menos adequado, sem o controle mínimo da Prefeitura.

Segundo o açogueiro Orlando Carvalho da Silva a vigilância sanitária já foi comunicada do fato. A chefe do órgão, Maria Gardênia Brito Bastos, em companhia de policiais, teria notificado pessoalmente os açougueiros que não estão cumprindo a determinação do prefeito Ernani Soares, alertando-os para que não comercializassem a carne clandestina e nem voltassem a cometer o mesmo erro - que foi comprovado -, entretanto, segundo consta, a vigilância também não foi obedecida.

Como o assunto é de interesse da saúde pública e, portanto, da população como um todo, vamos aguardar o posicionamento da vigilância sanitária, inclusive quanto ao próprio matadouro público municipal, e do Ministério Público do Estado do Maranhão, através do Promotor de Justiça de Alto Parnaíba, em razão do TAC - Termo de Ajustamento de Conduta - firmado com o prefeito Ernani Soares objetivando as reformas e adaptações necessárias, higiênicas, sanitárias e de controle veterinário no dito matadouro, não ter sido cumprido pela autoridade local, vencido o prazo desde outubro de 2011.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Coloque seu e-mail abaixo para receber um resumo das novas notícias