quinta-feira, 1 de outubro de 2009

A VOLTA DO BANCO DO BRASIL


Há dez anos, uma decisão irrefletida fechou a agência do Banco do Brasil da cidade de Alto Parnaíba, que por muito tempo ostentou a posição de uma das três maiores do Maranhão.

Balsas é o centro regional e pólo de desenvolvimento crescente no sul maranhense, entretanto, o Banco do Brasil em Alto Parnaíba foi o grande financiador da agricultura em grande escala, a partir de 1980, congregando produtores de toda a região e ainda dos cerrados de Santa Filomena, no sudoeste do Piauí.

Alto Parnaíba possui um imenso e compacto território, com terras na grande maioria com fertilidade média e alta; cerrados e baixões ricos em água e calcário, enfim, tudo aquilo que o bom e profissional produtor precisa para fazer a terra produzir de forma sustentável, respeitando o meio ambiente, gerar empregos e divisas, fazer surgir o tão acalentado desenvolvimento.

A prova maior de que não sou apenas bairrista, é o fato de terem a agricultura e a pecuária se reerguido após o fechamendo da agência do BB, a ponto de surgirem novos celeiros agrícolas, como a Serra da Bacaba, a 25 km da cidade de Alto Parnaíba, à margem da BR-235 que dá acesso ao Tocantins, cujos agricultores vindos do sul do país insistem no trabalho e o resultado é empolgante, mesmo sem estrada. Também a Serra da Fortaleza, do lado piauiense de Santa Filomena, produzindo soja, arroz, milho e até algodão. O número de desempregados é mínimo. Ainda não é o paraíso, mas promete muito. Faltam boas estradas e a presença em Alto Parnaíba do Banco do Brasil, o maior banco de fomento do país, é indispensável. Sem o BB, o caminho da agropecuária, do agronegócio, do comércio e da indústria - começam a se instalar no que será em breve o nosso distrito industrial nas margens da pavimentada MA-006 que liga Alto Parnaíba a Balsas -, será muito mais penoso.

O vereador Elias Elton do Amaral Rocha (PDT), com aprovação dos demais integrantes da Câmara Municipal de Alto Parnaíba, já fez chegar à presidência do Banco do Brasil a reivindicação da população pela reabertura de nossa agência, de cuja movimentação, ainda de resistência, participei diretamente ao lado de companheiros e pessoas preocupadas verdadeiramente com nosso município, indo às ruas e promovendo os protestos mais intensos de nossa terra (as fotos - do meu arquivo pessoal - são de Carlos Biá). É preciso resgatar o movimento e a hora é essa, quando o Brasil começa a se igualar aos países mais desenvolvidos do mundo, com economia estável e disposição de crescer também no interior.

A seguir a íntegra do requerimento de Elias:

"Todos nós somos conhecedores do trauma imposto ao nosso município e ao nosso povo com o fechamento da agência do Banco do Brasil em Alto Parnaíba, fato ocorrido no início do século atual.

Considerada por alguns anos como a terceira agência do Banco do Brasil em movimentação financeira no Maranhão, o fechamento de nossa agência causou prejuízos ainda não superados em nossa comunidade, atingindo frontalmente a nossa agricultura, tanto a mecanizada como a média e pequena, bem como a pecuária, o comércio, o início da industrialização, os servidores públicos, os profissionais liberais, enfim, todas as camadas sociais e economicamente ativas.

Alto Parnaíba possui todas as condições para que a agência seja reaberta, com um território de mais de 11 mil quilômetros quadrados de extensão, terras férteis e propícias a culturas variadas, água perene e em abundância, agricultura e pecuária em franco desenvolvimento, comércio ativo, migração em ascendência, um povo trabalhador e o acesso viário facilitado com a pavimentação do trecho da MA-006 que liga nossa cidade a Balsas.

Acredito que chegou o momento de renovarmos aquele movimento popular que foi às ruas contra o fechamento da agência, com perspectivas mais promissoras de conseguirmos reabrir o Banco do Brasil em nosso município, pelas próprias condições de crescimento econômico aqui verificado, e pela importância do maior banco do país para o efetivo desenvolvimento de qualquer município brasileiro, como o nosso.

Portanto, como primeiro passo, solicito aos meus nobres pares a aprovação do presente requerimento, a ser endereçado ao Sr. Presidente do Banco do Brasil, em Brasília, para que informe a esta Casa do Povo sobre as reais possibilidades da reabertura da nossa agência, bem como o que é necessário para agilizarmos esse pleito.

Plenário Vereador Homerino Segadilha da Câmara Municipal de Alto Parnaíba, Estado do Maranhão, em 15 de setembro de 2009, 188º da Independência, 121º da República e 144º da Fundação de Alto Parnaíba.

ELIAS ELTON DO AMARAL ROCHA
Vereador - PDT".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Coloque seu e-mail abaixo para receber um resumo das novas notícias