domingo, 6 de novembro de 2011

EM ALTO PARNAÍBA/MA, BRUTAL ASSASSINATO EM RODEIO

Há poucos minutos, no parque de rodeio Trem que Pula, localizado na Avenida Prefeito Antonio Rocha Filho, no bairro São José, na cidade de Alto Parnaíba, no extremo sul do Maranhão, o jovem Marcos Tavares Tourinho, conhecido apenas por Gerdran, de 23 anos de idade, foi friamente assassinado com duas facadas após provocar uma brincadeira com um dos homicidas, identificado apenas pelo apelido Curió, que teve a ajuda criminosa de um irmão, já preso pela Polícia Militar sob o comando do primeiro sargento Josikleber Oliveira Silva. Curió estaria chegando da localidade rural Boqueirão, onde sua família possui uma fazenda, para participar do último dia do rodeio, organizado por particulares, seria o autor das facadas e está foragido. Os irmãos que cometeram o homicídio são filhos de João Maciel, já morto, e Maria Helena dos Reis, conhecidos sertanejos em nosso município.

Gerdran foi criado como filho por dona Raimunda Maria de Carvalho Costa, viúva do comerciante e ex-presidente da Câmara Municipal de Alto Parnaíba, Benevenuto Pereira da Costa, o Bena, residente na Praça Coronel Antonio Luiz, na margem do rio Parnaíba e próximo ao histórico templo da Igreja Católica Nossa Senhora de Guadalupe, e retornou recentemente à cidade. O corpo ainda se encontra no Hospital São Geraldo.

Não sou contra rodeios, sou totalmente contrário ao número exagerado desse tipo de festividade - em minha terra está perdendo a característica de esporte - na cidade e na zona rural do município de Alto Parnaíba, sem qualquer controle e organização por parte da Prefeitura Municipal, que expede alvará para funcionamento como se fosse a coisa mais natural do mundo, sem observar critérios indispensáveis como do número de festas, local, segurança, higiene.

Na realidade, não seria tecnicamente rodeio, mas arremedo face ao modismo exportado de outros lugares, especialmente de Barretos. Nem o gado bovino passa por qualquer critério, sendo visível em muitos casos o mau tratos aos animais. Tomara que a Prefeitura, Ministério Público e Polícia se unam para encontrarem uma solução imediata.

Subsídio da matéria no blog Folha Mistural Total, de Raildson Rocha.

Um comentário:

Coloque seu e-mail abaixo para receber um resumo das novas notícias