segunda-feira, 3 de agosto de 2009

DESCONFIANÇA POLÍTICA

Assim como o Brasil aguarda com ansiedade a reabertura do Senado hoje e o que ocorrerá nos próximos dias face à grave crise que circula em torno e sobre o Senador José Sarney e sua família, o município de Alto Parnaíba vive nos últimos dias sob fortes rumores, tramas e fuxicos típicos da política.

O nosso atual prefeito é meu primo, a quem tenho amizade e estima pessoal. Não sei se Ernani merece o calvário que se abate pergiosamente sobre ele e sua administração, pouco mais de sete meses à frente da Prefeitura Municipal, após um projeto acalentado em anos de ser o alcaide de sua terra natal.

Ernani é uma pessoa de bem, de boa convivência, de trato fácil; mas não está sozinho no comando da gestão pública, o que me faz lembrar o Sarney sem filhos adultos e ousado ao governar o Maranhão nos idos 1960 do Sarney octonegário e com filhos, noras, genro e netos para agradar e para safisfazer cada ego, cada gosto, cada paixão pessoal.

Sarney presidente da República e repetindo o ex-presidente Jimmy Carter, dos Estados Unidos, ainda teve o ímpeto de enterrar as aventuras de um irmão um pouco destrambelhado, que havia se apossado indevidamente de um carro do governo em Foz do Iguaçu se autointitulando "irmão do Presidente do Brasil". Mas Murilo Sarney, já morto, era apenas irmão, meio-irmão para ser exato; filho é outra coisa.

Não votei em Ernani em 2008; votei e o acompanhei em 1992, quando os seus filhos ainda eram crianças. Todos nós envelhecemos e as coisas mudam como o próprio ritmo que a vida nos impõem. Os rumores que tomaram conta da pequena cidade e do próprio interior do município dando conta de um provável afastamento ou cassação do prefeito não deixam de ser assustadores, inclusive pelo pequeno lapso de tempo de governo. O mais sério: Ernani se mantém calado, silencioso, talvez deprimido. Isso não é bom. É preciso que reaja e que explique ao seu eleitorado e aos seus munícipes a situação verdadeira da Prefeitura; as dívidas, se existentes, o povo tem o direito de saber, até mesmo para entender onde e como o seu dinheiro está sendo investido; obras vitais para a comunidade devem ser iniciadas; uma auditoria precisa ser feita; as denúncias devem ser apuradas, principalmente sobre desvio de conduta de servidores públicos e o provável enriquecimento a galope de pessoas próximas ao gestor. O prefeito precisa falar ao povo; não deve adiar esse encontro. Chega de festas. Chega de compras de carros (isso não se explica e não me venha com essa balela de consórcio). Chega de nepotismo. Chega de misturar o público com o privado. É essencial que o prefeito - que é de todos os habitantes de Alto Parnaíba, pois o palanque é desfeito após as eleições -, não mais outorgue delegações da gestão da Prefeitura a ninguém e exerça de fato o comando do município.

Ou Ernani do Amaral Soares distancia a família da Prefeitura e, consequentemente, das coisas e da gestão pública, ou o velho e matreiro José de Freitas Neto, o Zé Paraíba, agora com mais tempo para sair de casa em casa fomentando intrigas em nome de interesses pessoais, irá engoli-lo. Com a saúde restabelecida e agindo de acordo com o que programou e cronometrou quando apoiou a candidatura do atual prefeito, o Zé Paraíba age na calada da noite; tem tempo de sobra para visitas e para formar rodadas; é semianalfabeto mas possui uma inteligência e uma sagacidade política impressionantes. Ernani, com seu jeito de quem está sempre deprimido e sua natural fuga dos problemas, não é páreo para o velho cacique. Zé Paraíba é um manipulador experiente, sabe usar as palavras e detém raro sendo de oportunidade, de tempo e de espaço. Ele está tramando e possui gente que o segue em qualquer circunstância, dentro da própria administração do Ernani. É vice-prefeito por esperteza, pois o que quer mesmo é voltar à titularidade da Prefeitura Municipal.

Ou Ernani afasta os dois filhos de dentro da Prefeitura ou não terminará o mandato. Não participo e nem participarei de qualquer movimento para tirá-lo e desejo que volte à razão; extirpe o mal; coordene e passe a mandar no governo; gerencie melhor o dinheiro do povo; projete a administração e passe a trabalhar, principalmente quando Alto Parnaíba está ameaçado pelas notícias de duas barragens no leito do rio Parnaíba - uma bem próximo à cidade, na barra do Taquara-, e todos se sentem e se sentirão ameaçados em seus bens, sua história, seu trabalho, sua cultura, sua própria existência.

Deixo esta mensagem com o espírito desarmado e sem qualquer interesse outro que não seja o bem de minha terra e a vontade de que meu primo Ernani se reconduza ao rumo certo. Ainda é tempo.

3 comentários:

  1. Parabens pela lucidez e analise sobre a gestão do atual Prefeito de Alto Parnaiba. Com a sua coragem, sensatez e equilibrio, iremos em frente.
    sds,
    Lindolfo Rocha

    ResponderExcluir
  2. Dr Décio Reconhece as virtuosas Qualidades do nosso Prefeito.
    Alerta o mesmo Sobre Rumores Que circulam.
    Dr Ernani tem nobres Sentimentos: É Sensivel, Humano, Solidario e Possue um Grande Coração...

    ResponderExcluir
  3. Um amigo meu certa vez me disse: seja claro e conciso em seus comentários. E é assim que é o Dr. Décio. É decidido e vai direto ao que interessa.
    Especificamente sobre o último parágrafo eu tive a hombridade de uma certa noite de junho, alertar o Dr Ernani sobre algumas coisas que, como eu o disse, "não digo que ninguem está fazendo errado, porem se fosse eu faria tudo diferente". Eu fui claro e conciso na minha conversa com êle.

    ResponderExcluir

Coloque seu e-mail abaixo para receber um resumo das novas notícias